Disciplina Curricular

Sistemas Terrestres e Desenvolvimento Sustentável STDSus

Mestrado Integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente - 6_Plano 2015/16 (Mest. Int)

Contextos

Grupo: 6_Plano 2015/16 (Mest. Int) > 1º Ciclo > Optativas > 3º Ano > 481_MI em Eng. da Energia e do Ambiente (3º Ano) > 2º Semestre

Período:

Peso

6.0 (para cálculo da média)

Objectivos

Avaliar variáveis adequadas à caracterização dos Sistemas Terrestres e identificar as metodologias que permitam distinguir as assinaturas naturais das que são induzidas e/ou introduzidas pela acção antrópica. Compreender o conceito de Desenvolvimento Sustentável e ponderar as valências que para ele concorrem. Compreender os conceitos de eco-gestão e eco-eficiência e reconhecer a importância dos mesmos na gestão sustentável dos recursos geológicos. Saber construir referenciais de análise que permitam avaliar de forma objectiva os impactes ambientais desencadeados pela actividade humana e perspectivar quais os meios adequados para os minimizar e monitorizar. Compreender a importância relativa dos processos de redução, reutilização e reciclagem e as repercussões para a gestão da matéria-prima e energia. Analisar as diferentes soluções energéticas; o papel das energias renováveis e dos novos vectores energéticos. Compreender os principais factores que governam o mercado do ambiente.

Programa

A unidade curricular visa a introdução e discussão de conceitos e de problemas relacionados com o Ambiente e o Conhecimento Geológico na perspectiva do Desenvolvimento Sustentável, dando especial atenção aos vectores e valências da análise geocientífica nas abordagens: i) às mudanças globais e seus efeitos nos balanços críticos em exemplos maiores de sistemas terrestres e entre estes últimos (conceptualizados sob a forma de ciclos); ii) ao risco ambiental e respectivos impactes em diversos sistemas terrestres intervencionados; iii) à gestão sustentável dos recursos geológicos (minerais, hídricos e energéticos); e iv) ao mercado do ambiente. Serão também introduzidas as metodologias adequadas à inventariação, caracterização, monitorização, mitigação e remediação dos impactes ambientais, bem como as que concorrem para a definição das condições de fronteira de modelos preditivos, recorrendo, sempre que possível, a casos de estudo.

Metodologia de avaliação

Aulas teóricas seguidas de sessões práticas onde se resolvem e discutem diversos problemas numéricos. Todas as aulas têm documentos suporte. Esclarecimentos adicionais podem ser realizados em duas horas semanais disponibilizadas para o efeito. Como alternativa 1: Avaliação Formativa (60%), consistindo em 6 relatórios de trabalhos práticos (incluindo discussão contextualizada dos resultados numéricos). Avaliação Sumativa (40%), incluindo 2 frequências teóricas contendo questões de escolha múltipla e outras exigindo respostas (curtas e longas) sobre temas de maior abrangência. Como alternativa 2: exame final (100%).

Disciplinas Execução

2018/2019 - 2 Semestre

2017/2018 - 2 Semestre

2016/2017 - 2 Semestre