2017/2018

Objetivos

A informação atualizada para 2017/2018, incluindo informação detalhada sobre o Novo Plano Curricular a funcionar em  2017/2018 está disponível no Website do Mestrado em Biologia Humana e Ambiente.
Podem ainda contactar a coordenação Prof.ª Deodália Dias (dmdias@fc.ul.pt)


O Mestrado em Biologia Humana e Ambiente tem como principal objetivo a aquisição de conhecimento devidamente fundamentado da ação que o Ambiente, nas suas variadas vertentes, exerce sobre a Saúde e a qualidade de vida dos humanos. Neste contexto este Mestrado pretende analisar a interação Ambiente - Saúde Humana mediante os seguintes aspetos:

. O estudo do impacto que diversos tipos de compostos químicos podem exercer a vários níveis do organismo humano, nomeadamente através da nutrição;
. O conhecimento dos vetores responsáveis pela propagação de agentes patogénicos e suas consequências nas populações humanas;
. O estudo dos efeitos observados no homem e que serão abordados em termos de resposta metabólica, imunológica e de adaptação ao stress.

As saídas profissionais após a realização deste Mestrado podem ser de diversos tipos, desde trabalho de investigação na área da saúde e afins, a trabalho como quadro superior nas indústrias alimentar e farmacêutica, em laboratórios de hospitais e outras instituições de saúde como, por exemplo, são os casos do Instituto Nacional de Saúde Pública Dr. Ricardo Jorge e o Instituto Português de Oncologia. Têm ainda os mestres nesta área a possibilidade de trabalhar em laboratórios de investigação criminal (ex: Instituto Nacional de Medicina Legal e Laboratório Científico da Polícia Judiciária) e em organismos que efetuem o controle de qualidade, por exemplo, na área alimentar e ambiental.

Competências: Técnicas de análise e de intervenção nas temáticas relativas à interação ambiente-saúde humana: impacto de diversos tipos de compostos químicos em vários níveis do organismo humano (nutrição, etc.); consequências nas populações humanas dos vectores responsáveis pela propagação de agentes patogénicos e efeitos observados no Homem, abordados em termos de resposta metabólica, imunológica e de adaptação ao stress.

Saídas Profissionais

Indústria farmacêutica e alimentar | Laboratórios hospitalares e de investigação criminal | Organismos de controlo de qualidade (área alimentar, ambiental, etc.) e de regulação | Instituições de ensino superior e de investigação.

Propinas

Consultar valores aqui.

Coordenadores

Deodália Maria Antunes Dias
dmdias@fc.ul.pt