2021/2022

Objetivos

Visite a página web do Doutoramento em Ciência Cognitiva.


A Ciência Cognitiva ocupa-se do estudo científico da cognição - cérebro, mente e comportamento - integrando e expandindo conceitos e contribuições de várias áreas da Psicologia, Neurociência, Inteligência Artificial, Filosofia, Linguística, Biologia evolutiva, Antropologia e outras ciências sociais, através da aplicação de métodos da Ciência da Computação, Matemática e Física.

Dada a sua natureza interdisciplinar, a Ciência Cognitiva requer um programa de estudos que integra os conhecimentos das ciências exatas, das ciências da vida e das humanidades numa abordagem científica forte.

Considerando o amplo leque de competências cultivadas nas suas diferentes Faculdades e Departamentos, bem como a excelência dos resultados obtidos pelas suas muitas unidades de investigação, a Universidade de Lisboa detém condições ímpares para oferecer um programa de doutoramento em Ciência Cognitiva de elevada qualidade.

Este Programa de Doutoramento em Ciência Cognitiva da Universidade de Lisboa tem como objetivo principal a formação de uma nova geração de diplomados capazes de combinar diferentes disciplinas de forma integrada numa ciência da cognição, mente e cérebro, assim como de tirar partido da aplicação do conhecimento gerado nesta área.

Competências: Conceção, desenho, desenvolvimento, operação e gestão de serviços e sistemas de apoio a atividades cognitivas, com base em análise interdisciplinar da mente e do cérebro, integrando parte dos resultados da psicologia, neurociência, biologia evolutiva, linguística, filosofia, antropologia e outras ciências sociais, e aplicando métodos da ciência da computação, matemática e física. Investigação básica e aplicada sobre a mente e o cérebro. A Ciência Cognitiva beneficia do impulso possibilitado pela emergência das novas técnicas de imagiologia cerebral, vendo acrescido o seu enorme potencial em termos de desenvolvimento de aplicações no domínio dos cuidados de saúde, de próteses motoras e cognitivas, de educação normal e dirigida a alunos com dificuldades especiais, assim com em termos do desenvolvimento de melhores instrumentos de apoio à comunicação e à tomada de decisão. O mercado de emprego abre-se em torno das tecnologias da linguagem e da interação, da resolução de problemas complexos, da construção de realidades virtuais, da ergonomia no espaço do trabalho, da recuperação da informação e análise de opinião, e da investigação nos terrenos da mente e do cérebro.

Saídas Profissionais

Aos doutorados em Ciência Cognitiva compete a conceção, desenvolvimento e operação de serviços e sistemas avançados com marcada componente cognitiva, com base na investigação científica sobre a mente e o cérebro. São exemplos, entre vários outros, das suas áreas de atuação, a inovação, a investigação e a direção em:

Empresas tecnológicas, de consultoria e auditoria | Empresas com sistemas avançados de interação com os utilizadores | Empresas e instituições na área dos cuidados de saúde e apoio a pessoas com necessidades especiais | Entidades de acreditação e de regulação | Instituições hospitalares | Laboratórios de investigação e desenvolvimento | Instituições de ensino superior e de investigação, etc.

Regime de Funcionamento

Curso ministrado em conjunto pela Faculdade de Ciências, Faculdade de Letras, Faculdade de Medicina e Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa.

Propinas

Consultar valores aqui.

Coordenadores

António Manuel Horta Branco