2017/2018

Objetivos

A área da Engenharia Geoespacial apresenta uma visão moderna e actualizada da área da Informação Geográfica e Cartográfica, hoje designada de Informação GeoEspacial ou Informação Espacial Georreferenciada.

A Informação Geoespacial é toda a informação associada a uma localização, ela é fundamental no planeamento, na gestão e ordenamento do território, ao nível do ambiente, da segurança, das infraestruturas e da administração pública; é fundamental no planeamento e gestão de serviços localizados, como os sectores convencionais da água, da energia e das telecomunicações, ou os sectores emergente de serviços baseados na localização móvel, como todos os serviços bem conhecidos e disponibilizados pela Internet nas aplicações dos telemóveis ou na Web.

Os desenvolvimentos tecnológicos mais avançados, ao nível das técnicas, sensores, serviços e plataformas móveis de aquisição e processamento de informação (satélites, sistemas Lidar, sistemas aerotransportados e autónomos como os drones), assim como, o desenvolvimento informático e de telecomunicações via Internet, permitiram avanços significativos na abordagem, na forma, na capacidade de processamento e armazenamento e, na rapidez de tratamento da Informação Geoespacial.

O resultado é uma maior abrangência, mais áreas e setores de intervenção, maior capacidade de resposta, mais soluções em menos tempo e maior diversidade da actividade profissional.

O Futuro é feito de uma realidade digital e virtual onde os conceitos e modelos de smart cities, smart grids e a internet das coisas será muito baseado na Informação Geoespacial, em Modelos 3D das cidades e em modelos BIM (modelação de informação de edifícios).

Grande parte das decisões tomadas atualmente estão direta ou indiretamente relacionadas com informação geoespacial ou georreferenciada. Ela está na base de planeamentos, medidas, orientações e decisões nos domínios dos transportes, da energia, das telecomunicações, do ambiente, do cadastro predial e ordenamento do território, da defesa nacional e da proteção civil, bem como, de desastres naturais e na gestão logística. A produção de informação geoespacial de confiança, desde a sua génese até ao produto final com os níveis de qualidade exigidos pelos diversos utilizadores, é o principal objetivo da Engenharia Geoespacial. Pela sua importância política e económica, e de defesa nacional, a informação geoespacial constitui uma prioridade em qualquer sociedade moderna.

Key Words: Posicionamento e Navegação, Cartografia Terrestre e Marítima, Ordenamento-do-Território, Apoio-à-Decisão, Cidades 3D e Cidades Inteligentes, WebSIG, Inteligência GeoEspacial, Satélites, GPS, SAR, Observação-da-Terra, Mobile-Mapping, Cartografia na Web, Serviços-de-Localização, LaserScanning.

Competências: Conceção, desenvolvimento e gestão de projetos na área geoespacial. Desenvolvimento de sistemas de posicionamento e navegação, sistemas espaciais e aéreos de aquisição de dados e sistemas de informação geoespacial. Tratamento e análise de dados espaciais. Modelação e visualização de dados 3D. Representação, disponibilização e serviços de mapas digitais - mobile mapping e web mapping.

Saídas Profissionais

Empresas na área das Tecnologias de Informação | Empresas de Arquitetura, Construção e Urbanismo | Empresas do Setor de Serviços, de Telecomunicações, Distribuição, Transporte e Logística | Empresas no sector do Ambiente, Energia e Recursos Naturais | Empresas e Entidades de Defesa e Segurança Nacional | Empresas no setor do Espaço | Empresas ligadas a Portos e Transporte Marítimos | Empresas e Entidades do setor do Estado.

Propinas

Consultar valores aqui.

Coordenadores

Carlos Manuel Correia Antunes