2021/2022

Objetivos

As Competências Transversais são uma componente fundamental da formação. Embora a sua definição não seja estanque, elas tendem a estar associadas a duas vertentes:

a) Desenvolvimento de uma visão mais alargada relativamente a aspetos da ciência ou da sociedade;
b) Desenvolvimento de competências sócio emocionais e comportamentais, como por exemplo, gestão de tempo, assertividade, iniciativa, trabalho em equipa, planeamento ou tolerância ao stress. A designação “transversais” advém de serem competências necessárias ao bom desempenho profissional, independentemente da formação de base. São assim complementares à formação científica, necessária ao exercício de uma profissão.

Estas competências, por terem uma grande importância no modo como as pessoas abordam as situações, são extremamente valorizadas pelos empregadores. Por vezes, é utilizada a expressão soft skills como equivalente a Competências Transversais, sobretudo no contexto do mercado de trabalho.

Aqui encontra toda a oferta formativa que Ciências disponibiliza aos seus alunos na área das Competências Transversais. A informação está organizada em função da natureza da formação (Unidades Curriculares vs. Formação e outras iniciativas) e, dentro destas categorias, por ciclo.


1º ciclo

As unidades curriculares na área do desenvolvimento de competências transversais estão agrupadas em 4 categorias:

  • Unidades Curriculares da área científica “Formação Cultural, Social e Ética (FCSE)” sem uma subárea científica definida (FCSE-pura); 
  • Unidades Curriculares da área científica “Formação Cultural, Social e Ética (FCSE)”com uma subárea científica definida;
  • Unidades Curriculares da área científica “História e Filosofia da Ciência e da Tecnologia (HFCT)”;
  • Unidades Curriculares da área científica “Ciências Empresariais, da Gestão e da Organização (CEGO)”;
Todas as Licenciaturas da FCUL devem obedecer às seguintes regras no que diz respeito às Unidades Curriculares de “Competências Transversais”:

1) Os alunos têm obrigatoriamente de realizar 12 ECTS em:

a. Pelo menos 6 ECTS em UC’s de Competências Transversais das áreas científicas CEGO, HFCT e   FCSE sem subárea científica definida;
b. Até 6 ECTS em UC’s da área científica FCSE, qualquer que seja a subárea da mesma, selecionadas para o efeito pelo coordenador do curso e aprovadas pela Direção. Alternativamente podem também ser realizadas, neste grupo, UC’s de uma área científica que não seja a fundamental do ciclo de estudos (com aprovação da Coordenação do curso e da Direção).

2) Nos ramos de MINOR, só são obrigatórios os 6 ECTS considerados na alínea a. do ponto anterior.


2º ciclo e 3º ciclo

Ao nível do 2º e 3º ciclos a oferta de competências transversais está centrada na promoção do conhecimento pela prática.

Em diferentes cursos de doutoramento são ainda introduzidos módulos ou atividades formativas dentro da área das Competências Transversais.